Relacionados ou não com as alterações climáticas os fenómenos meteorológicos parecem mais frequentes.

Para um casal de lavagantes-americanos, o sexo é assim: durante dias, a fêmea esguicha urina para o esconderijo do macho desejado. Seduzido pelo cheiro, ele deixa-a entrar. 

A salicórnia (Salicornia ramosissima) é uma planta tolerante à água salgada e que faz parte da flora nativa portuguesa. 

A origem destas luzes fantasmagóricas intriga há muito os cientistas. Alguns tentaram simulá-las através de experiências complexas, como o físico norueguês Kristian Birkeland no século XIX. Em pleno século XXI, a reprodução da beleza cósmica das auroras boreais continua a estimular a imaginação dos cientistas, mas a tecnologia é mais avançada.

Tudo começou com um homem, uma mulher e o seu cão.

Certo que ainda estamos longe da estação invernal, mas aguarde-a com expectativa: todos os anos, mais de trinta mil aves limícolas escolhem o estuário do Tejo para passar o Inverno, enquanto as áreas de reprodução (principalmente na tundra árctica) apresentam condições climáticas adversas. 

Nas últimas décadas, verificou-se um aumento das populações de corvo-marinho um pouco por toda a Europa, o que suscitou preocupações por parte dos pescadores e piscicultores, que os consideram responsáveis pelo decréscimo dos stocks das populações naturais dos peixes e pela destruição de produções em pisciculturas. 

A água infiltrada na areia fina das praias começa a escorrer para o mar com a maré a vazar. Pequenos sulcos recortam os areais mais perto da linha de água. Neste ambiente, ocorre um dos casos mais estranhos de simbiose do mundo animal, um exemplo notável de engenharia biológica onde alguns animais marinhos tiram proveito da fotossíntese hospedando algas.

Destes três macacos, qual lhe parece ter mais sex-appeal? Seria mais fácil responder se o leitor fosse um macaco rhesus (Macaca mulatta) ou  a bióloga Constance Dubuc, da Universidade de Cambridge.

Descubra uma nova visão do mundo!

Assine a National Geographic.

Pesquisar