cogumelo

Uma das espécies de cogumelo silvestre mais conhecidas, Amanita muscaria, é a preferida do fotógrafo e ele ficou maravilhado por descobri-la no seu quintal e no quintal do vizinho.

Confinado em quarentena na região holandesa de Veluwe, um fotógrafo estuda os fungos do seu jardim e das florestas em redor.

Texto e fotografias: Jan Vermeer

Os fungos são bons indicadores do estado de uma floresta: se se desenvolvem, o mesmo acontece a muitas outras formas de vida.

Já viajei por todo o mundo para captar imagens da natureza e dos seus ecossistemas. Em Março de 2020, quando a pandemia atingiu os Países Baixos onde vivo, fiquei em casa como todas as outras pessoas. Foi então que comecei a reparar nos fungos que cresciam no meu quintal e no meu bairro.

O facto de os fungos prosperarem com a humidade tornou-se muito claro para mim no Outono de 2019, uma estação durante a qual ocorreu nos Países Baixos um volume excepcional de precipitação.

No entanto, talvez a madeira morta seja mais importante para os fungos do que a humidade. A madeira apodrecida contém nutrientes que penetram no solo e, por sua vez, podem ajudar os microrganismos, os fungos e os insectos. Toda a cadeia alimentar colhe benefícios. À volta de minha casa, depósitos de madeira remanescentes da extracção de madeira do passado enriquecem o solo e suportam a biodiversidade. A situação poderá vir a mudar. Para efeitos de prevenção de incêndios, os ramos, os galhos e as árvores – material que pode servir de alimento aos cogumelos – estão a ser removidos de algumas florestas holandesas. Com o aumento das centrais de biomassa, esse material pode ser transformado em energia. No entanto, caso se verifiquem perturbações no ciclo florestal, no qual a matéria apodrecida gera novo solo, o resultado poderá ser a redução da diversidade de fungos e efeitos secundários em todo o ecossistema.

No meu quintal, vi diversos cogumelos crescerem e mudarem ao longo das estações. Os meus preferidos são Amanita muscaria, com os pés brancos e chapéus vermelhos garridos. Fiquei encantado por descobrir este cogumelo com bolinhas, mas o meu vizinho tinha exemplares ainda mais bonitos. Pedi-lhe que, quando cortasse a relva, os contornasse, para eu captar uma fotografia – a primeira desta reportagem.

Com menos fungos, a floresta terá menos riqueza ecológica e será mais  aborrecida.  Por isso, estou sempre ansioso pela humidade do Outono para ver como estes organismos vão voltar a crescer. 

Descubra uma nova visão do mundo!

Assine a National Geographic.

Pesquisar