Áreas protegidas alargam-se por 15% do nosso planeta

Cerca de 33 milhões de quilómetros quadrados do planeta, uma área maior do que África, compõem o total de terra e água já protegidos para fins de conservação. 

Texto Kelsey Nowakowski   Gráfico Monica Serrano 

 

Estão representados apenas países e possessões com mais de cinco mil quilómetros quadrados de áreas protegidas. Fonte: UICN e UNEP-WCMC, base de dados mundial sobre áreas protegidas (2016).

Desde 1990, o número de reservas marinhas, parques nacionais, reservas naturais e outras áreas protegidas cresceu de apenas cinquenta mil para mais de 229 mil.

“A maior parte dos países está a fazer o melhor que pode” para proteger estes bens, diz Pedro Rosabal, da União Internacional para a Conservação da Natureza (UICN). Mas há muito ainda por fazer. Embora 15% da superfície terrestre tenha estatuto de área protegida, metade destes sítios são pequenos e isolados, o que sugere a necessidade de criar corredores biológicos.

Apenas 3,5% das áreas marinhas estão agora protegidas mas mais sê-lo-ão em breve. Em 2015, o governo do Reino Unido comprometeu-se a criar aquela que será a maior reserva de oceano contínua do mundo, com cerca de 834 quilómetros quadrados. Para proteger mais áreas
e fomentar a biodiversidade, Pedro Rosabal defende que a cooperação global e o apoio financeiro serão cruciais. Os temas estarão na agenda do Congresso Mundial da Conservação da IUCN que decorrerá no início do mês de Setembro no Hawai.

Descubra uma nova visão do mundo!

Assine a National Geographic.

Pesquisar