dodó

A forma da cabeça (mais escura), esboçada em 1600, serviu durante muito tempo de ícone impreciso do dodó.

Texto: Fernando G. Baptista e Patricia Healy

A imagem da ave extinta que não voa inspirou artistas e alimentou lendas durante séculos, mas com o tempo torna-se mais nítida. Ferramentas científicas modernas e fósseis recém-descobertos estão a fornecer aos cientistas novos dados sobre a anatomia e ciclo de vida desta ave misteriosa da ilha Maurícia.

dodó 

Com base em relatos iniciais de marinheiros, esboços e pinturas de dodós em cativeiro, a imagem da ave deu uma guinada fantástica. Em 1600, os retratos cómicos de uma ave atarracada tornaram-se o padrão para futuros clássicos como “Aventuras de Alice no País das Maravilhas”.

dodó

dodó

Clique na imagem para ver os detalhes.

Imagens: EVE CONANT, NGM STAFF.

Fontes: DELPHINE ANGST, UNIVERSIDADE DE BRISTOL; LEON CLAESSENS, UNIVERSIDADE DE MAASTRICHT; M. EUGENIA L. GOLD, UNIVERSIDADE DE SUFFOLK ; MUSEU DE CIÊNCIAS NATURAIS DE DURBAN E AVES 3D; JULIAN HUME, MUSEU DE HISTÓRIA NATURAL, LONDRES; ANDREW IWANIUK, UNIVERSIDADE DE LETHBRIDGE; STIG WALSH, MUSEUS NACIONAIS DA ESCÓCIA; RAFFAEL WINKLER, MUSEU DE HISTÓRIA NATURAL DE BASILEIA; AGNÈS ANGST (DODÓ MODERNO)

Descubra uma nova visão do mundo!

Assine a National Geographic.

Pesquisar