gelado

Na região antárctica, chega a ser perigoso respirar: sob baixa temperatura, após algumas inalações, os pulmões podem sofrer hemorragias.

Essa foi a temperatura ultragélida detectada por uma equipa científica do Centro Nacional de Dados sobre Gelo e Neve da Universidade do Colorado, nos Estados Unidos.

O registo foi medido num lugar remoto do planalto Polar, na Antárctida Oriental. A medição foi possibilitada por dados de satélite obtidos com sensor térmico de infravermelhos. O dado é relevante porque é a temperatura mais fria alguma vez registada na Terra. É inferior a -89,2°C, temperatura medida em 1983 por investigadores da estação russa Vostok através de instrumentos posicionados ao nível do solo.

O satélite conseguiu captar este registo durante o Inverno polar, num lugar mais elevado e onde não existe estação meteorológica. Um ponto, segundo Ted Scambos, um dos cientistas, onde a Terra «está muito próxima do seu limite».

Descubra uma nova visão do mundo!

Assine a National Geographic.

Pesquisar