A Cidade mais fria do Mundo

Vivem cerca de trinta mil pessoas em Yakutsk, conhecida como a cidade mais fria do mundo. O seu porto no rio Lena é a fonte do peixe que se empilha nos mercados e que se mantém rigidamente “fresco” durante o Inverno.

A cidade mais alta do mundo, a cidade mais populosa, a cidade mais poluída: Steeve Iuncker, fotógrafo de Genebra, foi à procura delas. Para o projecto que baptizou com o nome de “Villes Extrêmes” ou Cidades Extremas, Steeve queria fotografar o quotidiano em cidades que detêm registos extraordinários ou superlativos fortes. Foi desta forma que chegou a Yakutsk, na Rússia.

Capital da vasta região da Sibéria, Yakutsk é amplamente conhecida como a cidade mais fria do mundo. “Nenhum outro lugar na Terra regista esta temperatura extrema”, diz. Embora as temperaturas durante o breve Verão possam ultrapassar 29ºC, no Inverno caem abruptamente para os -40ºC. A temperatura mais baixa aqui registada atingiu -64ºC.

Steeve Iuncker explica que Yakutsk foi particularmente desafiadora de fotografar: “É tudo gelo, nevoeiro e sombras” que obscurecem o ponto de vista e os pontos de referência. Quando se aventurou no exterior, a geada cobriu a câmara e os mecanismos da máquina congelaram.

O projecto fotográfico explora o modo como os ambientes extremos desencadeiam emoções ou comportamentos extremos nos seus habitantes, mas, nesta cidade, está demasiado frio para abrir terreno para construção ou até mesmo para sepulturas, para voar ou para permitir o crescimento das culturas agrícolas. Mercados como o da imagem podem não ter vegetais frescos, mas têm peixe muito fresco, muito frio e “exposto como arranjos florais”.

Descubra uma nova visão do mundo!

Assine a National Geographic.

Pesquisar