TacticasDistintas

O Combatente (Philomachus pugnax) habita em zonas húmidas situadas entre o Nordeste da Ásia e a Europa Atlântica. Em Portugal Continental, ocorre em zonas húmidas costeiras e interiores.
É uma espécie em perigo, cujo nome resulta dos combates frequentes entre machos.

Na natureza, é comum os machos enfrentarem forte concorrência a partir do início da época do acasalamento, motivo pelo qual alguns indivíduos de determinadas espécies desenvolvem estratégias surpreendentes.

O combatente é uma ave cujos machos exibem três características distintas.
Muitos são territoriais, exibindo uma plumagem espectacular graças à qual conquistam mais fêmeas quando realizam os seus passeios exibicionistas nos territórios onde se desenrolam as batalhas amorosas.
Outro grupo menos numeroso é o dos machos-satélite, menos vistosos, que rondam as zonas de confronto passando despercebidos e esperando conquistar alguma fêmea que ainda não tenha encontrado par.
E, por último, existe uma percentagem mínima de combatentes que, curiosamente, apresentam um aspecto semelhante ao das fêmeas embora tenham um tamanho ligeiramente superior.

Estes machos “travesti” aproximam-se das fêmeas aproveitando a mínima oportunidade. É de supor que não se mostrem de imediato, mas, se por alguma casualidade, uma das fêmeas olhar para a virilha do insólito partenaire, as dúvidas acerca do género a que pertence dissipam-se de imediato: estes machos têm testículos cerca de 2,5 vezes maiores do que os dos machos dominantes. Como nem todos se apercebem de imediato desse pormenor, por vezes alguns machos-satélite tentam acasalar com eles.
Esta confusão ornitológica sexual com que se debatem os combatentes é, como não poderia deixar de ser, enfrentada com toda a naturalidade.

Descubra uma nova visão do mundo!

Assine a National Geographic.

Pesquisar