Como os coalas se protegem do calor

Quando o calor aperta na Austrália, os coalas sabem manter o sangue frio. 

Texto Jeremy Berlin   Fotografia Steve Griffiths

 

A imagem térmica (temperaturas mais baixas a roxo) revela um coala suspenso, protegendo-se do calor.

Graças à tecnologia de fotografia com infravermelhos, os humanos conseguem agora ver como eles fazem. Em 2014, uma pesquisa da Universidade de Melbourne mostrou que, durante o Verão, quando as temperaturas superam a fasquia de 40ºC, os coalas descem das árvores pressionando o corpo contra os troncos. Cada árvore possui um microclima próprio, que pode ter menos 7º C do que a temperatura do ar. Por isso, para o coala, cuja pele da barriga é relativamente fina, o abraço à árvore representa o mesmo que ficar parado em frente de um frigorífico com a porta aberta. Os coalas também podem ofegar ou lamber a pele para regular a temperatura do corpo, mas este método é mais eficiente pois consome-lhes menos água.
Noutro estudo, o biólogo Matthew Crowther descobriu que os coalas tendem a relaxar em “árvores de abrigo” e não em “árvores de alimentos” como o eucalipto. Durante as ondas de calor, porém, qualquer uma serve. 

Descubra uma nova visão do mundo!

Assine a National Geographic.

Pesquisar