Um mundo em submersão

Relacionados ou não com as alterações climáticas os fenómenos meteorológicos parecem mais frequentes.

Fotografia Gideon Mendel

Em 2007, na sequência de dois episódios de cheias no Reino Unido e na Índia, Gideon Mendel começou a documentar os impactes dos fenómenos metereológicos extremos. A vulnerabilidade que parecia unir as vítimas comoveu-o. A partir desse momento começou a viajar  visitando zonas de cheia onde a vida é alterada e a normalidade parece suspensa. No centro do seu projecto estão as pessoas, e esta série de retratos mostra homens, mulheres e crianças que regressam às suas casas após um desastre natural. 
"Costumo seguir os meus sujeitos quando eles regressam a casa, vencendo as zonas alagadas. Trabalho com eles para criar imagens íntimas nas suas casas inundadas. Embora em poses potencialmente convencionais, o seu ambiente está alterado de forma desconcertante. Estão frequentemente zangados com as circunstâncias ou com a reacção das autoridades. Muitos querem que as suas dificuldades sejam testemunhadas e gostam de dar a conhecer ao mundo aquilo que lhes aconteceu." 

Descubra uma nova visão do mundo!

Assine a National Geographic.

Pesquisar