O macaco com mais sex-appeal

Destes três macacos, qual lhe parece ter mais sex-appeal? Seria mais fácil responder se o leitor fosse um macaco rhesus (Macaca mulatta) ou  a bióloga Constance Dubuc, da Universidade de Cambridge.

Texto Patricia Edmonds   Fotografia Constance Dubuc

 

Desde 2012, Constance e outros colegas estudaram mais de 250 macacos rhesus em ambiente selvagem.
O objectivo era perceber de que forma a cor dos rostos, que na espécie varia entre o rosa-pálido e o vermelho-escuro, afectava o sucesso reprodutor.
Para isolar o papel da cor na atracção, a investigadora mostrou a cada macaco duas fotografias de rostos com diferentes tons de vermelho. Constance descobriu que os rostos vermelhos-escuros apelavam fortemente às fêmeas e até aos machos. A correlação deveu-se, em parte, ao rastreamento dos movimentos oculares. “Passa-se o mesmo com os seres humanos”, diz ela. “Quando vemos alguém atraente num bar ou na rua, os nossos olhos demoram-se um pouco mais.” 

Os investigadores também classificaram os actos de cortejamento dos macacos em função da cor do rosto e descobriram que os machos de rosto vermelho-escuro tinham mais sucesso junto das fêmeas do que os machos de tom médio ou pálido.
Depois de medido o sucesso reprodutor, o número de crias nascidas, as fêmeas de rosto vermelho-escuro ultrapassaram os registos das mais pálidas. Para os machos, há um inconveniente: não basta ter a cor certa, é preciso ser o macho dominante. 

MACACO RHESUS

Habitat/Distribuição/Estatuto
Estes macacos são os primatas não-humanos com maior dispersão geográfica. Abundantes, vivem em habitats variados, principalmente na Ásia.

Outros factos
Muitas espécies de aves usam cores para atrair os machos. Estes macacos são uma das poucas espécies de mamíferos com um comportamento similar.

Descubra uma nova visão do mundo!

Assine a National Geographic.

Pesquisar