Morcegos utilizam cordas vocais como sonares de guerra

Os navios de guerra utilizam sonares para detectar alvos e confundir os sonares inimigos, mas os morcegos-de-cauda-livre mexicanos conseguem fazer as duas tarefas com as suas cordas vocais.

Texto Lindsay N. Smith   Fotografia Michael Nichols, National Geographic Creative   Gráfico Matthew Twombly   Fonte AAron Corcoran

Através da ecolocalização, emitem ondas sonoras que são reflectidas pelos objectos, permitindo-lhes voar e localizar presas. Os investigadores Aaron Corcoran e William Conner descobriram agora que os morcegos-de-cauda-livre mexicanos também usam esses sinais para interferir com a caçada de outros morcegos.
Quando um animal se movimenta em direcção a um insecto, aumenta o ritmo dos sinais para um “zumbido de alimentação” rápido. Se um segundo morcego emitir um sinal de interferência, pode confundir a “leitura” e criar uma oportunidade para lhe roubar a presa. Em contrapartida, o primeiro morcego pode também interferir com o sinal do rival, originando uma batalha sonora. Aaron Corcoran quer descobrir se este comportamento é exclusivo desta espécie que vive em colónias com mais de um milhão de indivíduos, com forte competição por comida.

Descubra uma nova visão do mundo!

Assine a National Geographic.

Pesquisar