Caminhe por uma floresta neotropical húmida e verá algo invulgar.

Para um casal de lavagantes-americanos, o sexo é assim: durante dias, a fêmea esguicha urina para o esconderijo do macho desejado. Seduzido pelo cheiro, ele deixa-a entrar. 

As estruturas artificiais crescem na areia em desarmonia com a paisagem natural nos estados do Golfo.

Depois de ajudar a proibir o comércio de tubarões nas ilhas Cook, Jessica Cramp tem uma pergunta: pode uma lei proteger tubarões?

Integrado no programa da candidatura de nove municípios da serra da Estrela a geoparque mundial da UNESCO, terá lugar, a 28, 29 e 30 de Setembro de 2018, o ObservaEstrela, Festival de Natureza e Paisagem ao qual a edição portuguesa da revista National Geographic se associa como media partner.

Quando os promotores imobiliários removem a vegetação autóctone para criar lotes de terreno, algumas aves canoras não são perturbadas e encontram locais alternativos onde fazer os seus ninhos, defende John Marzluff, professor de fauna e flora na Universidade de Washington.

Quando a fotógrafa Mandy Barker regressou à praia inglesa onde apanhava conchas em criança, encontrou uma cadeira de bebé e um frigorífico entre pilhas de resíduos de plástico. Reparou também na indiferença: pareceu-lhe que os outros banhistas não estavam perturbados por verem uma praia juncada de lixo.

Quando o calor aperta na Austrália, os coalas sabem manter o sangue frio.

O gato bravo é seguramente um dos mamíferos mais raros e ilusórios que habitam em Portugal.

Descubra uma nova visão do mundo!

Assine a National Geographic.

Pesquisar