Índice do artigo

 O PALÁCIO DA PENA

No topo do monte, destacando-se na paisagem, o Palácio Nacional da Pena constitui um belíssimo retrato do romantismo que caracteriza Sintra. Assim o imaginou Dom Fernando II que, numa visita à região em meados do século XIX, apaixonou-se pela paisagem e rapidamente adquiriu o antigo mosteiro que ali existia e os terrenos circundantes com o intuito de mandar erguer uma residência de Verão para a família real. A empreitada de criação foi entregue ao barão von Eschwege, amigo de longa data do rei. Do imaginário de ambos nasceu este palácio que reflecte a profusão de estilos arquitectónicos próprios do romantismo: neogótico, neomourisco, neomanuelino, neo-renascentista. O resultado final é uma obra requintada, repleta de pormenores que o visitante não poderá deixar de descobrir e que reflecte a fusão da arte do Oriente e do Ocidente. Ilustração: Anyforms. Fotografias: PSML/Emigus (entrada, tritão e claustro) e PSML/Luís Pavão (vitrais).

 

 

1 - ENTRADA - O arco monumental de acesso, que remete para a arquitectura portuguesa dos séculos XV e XVI, é encimado pelas armas de Bragança e de Saxe-Coburgo.

2 - SALA DOS VEADOS - O nome advém da presença de cabeças de veado nas paredes. Aqui figura também a impressionante colecção de vitrais de Dom Fernando II.

3 - TRITÃO - Uma figura alegórica, metade peixe, metade humana, encima o pórtico da Criação do Mundo.

4 - SALÃO NOBRE - É o centro do Palácio Novo. As paredes e o tecto são de estuque branco e o mobiliário, quase todo de nogueira, apresenta influências dos estilos gótico, renascentista e flamengo, embora muita da decoração remeta para a cultura oriental. Destacam-se as janelas com vitrais adquiridos por Dom Fernando II e que faziam parte da sua colecção privada.

5 - GABINETE DA RAINHA DONA AMÉLIA - Começou por ser a sala da condessa d’Edla e foi depois o gabinete de trabalho de Dona Amélia. Foi alvo de trabalhos de restauro, concluídos em 2016. Entre vários objectos originais, destacam-se as estantes de pau-santo e o estirador da rainha.

Descubra uma nova visão do mundo!

Assine a National Geographic.

Pesquisar