Durante muito tempo, trocou-se chá por cavalos ao longo de uma rota lendária. Ainda há vestígios desses caminhos milenares.

Sobre a quinta da regaleira, em Sintra, construída entre 1898 e 1911 e considerada como “mansão filosofal”, muito se tem escrito. Mas a biografia do seu mentor e proprietário regista ainda grandes lacunas...

porto santo

Porto Santo é o equivalente ao último bombom da caixa de sortidos do turismo português. A ilha está a ser redescoberta e tem muito mais para oferecer do que a praia e o sol que lhe deram fama.

A quarta dimensão tinha todos os ingredientes necessários para que, no fim do século xix e início do século xx, chamasse a atenção do universo das crenças e da fé: religiões convencionais, novos movimentos religiosos, seitas, o mundo do paranormal, ocultismo, filosofia, teologia, espiritismo, misticismo...

moedas

As primeiras moedas da história apareceram há cerca de 2.700 anos. Foram cunhadas no próspero reino de Lídia, na Ásia Menor, com uma liga de ouro e prata clamada electro e com apoio do Estado. 

Pórtico da Glória da Catedral de Santiago de Compostela

Mais de 800 anos após a sua criação, a obra-prima do românico espanhol, o Pórtico da Glória da Catedral de Santiago de Compostela, recupera o esplendor cromático.

O massacre de há um século ainda assombra a Turquia e a Arménia. 

Nascido há mais de 900 anos, o primeiro rei de Portugal personifica o mito fundador da nação. Envolvido em sucessivas camadas de interpretação ideológica, o rei fundador da nacionalidade foi politicamente utilizado em épocas posteriores, sobretudo por D. João I, D. João IV e, mais recentemente, pelo Estado Novo. Como  se podem distinguir os factos históricos da ficção?

Budapeste, a capital da Hungria recuperou, na última década, o esplendor cultural da sua época áurea, quando as avenidas, cafés literários e teatros rivalizavam com os de Viena.

Descubra uma nova visão do mundo!

Assine a National Geographic.

Pesquisar