Porque está uma árvore na bandeira do Texas?

A resposta remonta a 1915, quando Paul Papenoe doou 26 fotografias de árvores gigantes à National Geographic. 

Texto Eve Conant   Fotografia Paul Popenoe, National Geographic Creative

Em 1915, Paul Papenoe doou 26 fotografias de árvores gigantes à National Geographic. Uma delas era esta, enviada de San Antonio, no Texas. Representava uma nogueira-pecã maciça com 1,5 metros de diâmetro e ornamentada com um aventureiro de suspensórios empoleirado num ramo. 

Paul escreveu prolificamente sobre diferentes tópicos, das tamareiras à promoção da eugenia e, mais tarde, ficou conhecido nos Estados Unidos como o pai do aconselhamento matrimonial. Esta fotografia foi produzida para um concurso cujo objectivo era localizar a maior árvore de madeira dura do país.

A fotografia não foi premiada, mas a nogueira-pecã tornar-se-ia a árvore simbólica do estado do Texas em 1919. A sua popularidade crescera desde 1906, por causa do último desejo do governador James Hogg, que pedira uma nogueira aos seus pés e uma nogueira-pecã como cabeceira e que os seus frutos “fossem distribuídos entre as pessoas simples para que os pudessem plantar e tornar o Texas
um território arborizado.” 

Descubra uma nova visão do mundo!

Assine a National Geographic.

Pesquisar