Enterrar o machado

Cinquenta anos depois da batalha de Little Big Horn, os sobreviventes reuniram-se no estado de Montana (EUA).

Texto Eve Conant Fotografia Edwin L. Wisherd, National Geographic Creative

 

Os homens, onde se incluíam o brigadeiro-general Edward S. Godfrey (na imagem, de óculos), cheyennes e outros veteranos, juntaram-se em Junho de 1926 para se cumprimentarem, honrarem os mortos e enterrarem de modo ritual o tomahawk do velho chefe sioux White Bull.

As fotografias, da autoria de Edwin L. Wisherd, foram publicadas nesta revista com legendas dramáticas sobre o modo como os “nativos americanos rodaram em torno [do tenente-coronel George A.] de Custer e varreram-no e aos seus homens, que estavam em desvantagem numérica, com uma chuva de fogo”.

O oficial descreveu o resultado do confronto no seu diário de campo em 28 de Junho de 1876: “Encontrámos corpos espalhados ao longo de vários metros desde o vau até um cume. Sepultámos, tanto quanto consegui contar, 212 corpos, incluindo o do general Custer, cujo rosto preservava uma expressão absolutamente normal.” 

Descubra uma nova visão do mundo!

Assine a National Geographic.

Pesquisar