Um elefante na Galileia

Em 2011, quando a arqueóloga Jodi Magness começou a escavar uma sinagoga do século V no sítio de Huqoq, em Israel, a última coisa que esperava encontrar era um mosaico. 

Texto A. R. Williams   Fotografia Jim Haberman

 

Um elefante com 32 centímetros de altura faz parte deste intricado mosaico com temas invulgares.

Em edifícios similares encontrados na zona, os pavimentos estavam revestidos com lajes. Mas ali, numa vila agrícola perto do mar da Galileia, a equipa pôs a descoberto cenas fantásticas elaboradas com pequenas pedras coloridas.
Duas secções representavam Sansão, um herói bíblico raro nas representações daquela época em sinagogas. Outra cena inclui um elemento ainda mais invulgar: um par de elefantes adornados para combate. “Não há de dúvida que descobrimos a primeira história não-bíblica na decoração de uma antiga sinagoga”, diz Jodi Magness. “Na Bíblia hebraica, não existem histórias que incluam elefantes.” Até agora, a escavação pôs a descoberto apenas uma das alas. A secção principal do pavimento e os seus segredos estão ainda por descobrir. 

Descubra uma nova visão do mundo!

Assine a National Geographic.

Pesquisar