No Museu do Criacionismo de Petersburg, no estado de Kentucky, Adão e Eva partilham o Paraíso com um dinossauro.

O olhar dos nossos leitores mostra-nos uma visão do mundo muito pessoal. Conheça as nossas escolhas deste mês.

Crianças brincam nas fontes do Parque Teddy, em Jerusalém, que recebeu o nome em homenagem a Teddy Kollek, presidente da autarquia de 1963 a 1993. Os jactos de água reciclada dançam ao ritmo das luzes e da música. 

Milhões de sírios fogem da guerra civil e geram uma crise sem precedentes. A incerteza paira, como uma tempestade, sobre os sírios que fugiram para a Turquia. O conflito que grassa no seu país pode arrastar-se durante anos, restando aos refugiados interrogar-se sobre quando lhes será possível regressar… se é que isso acontecerá.

Nas últimas seis décadas, o número de dias em que pelo menos um tornado atingiu o solo dos Estados Unidos tem vindo a diminuir. Quando James Elsner, especialista em clima, viu os dados sobre este declínio, estranhou esse dado. “Sabemos que a atmosfera está a tornar-se mais quente e mais húmida e, por isso, seria de esperar ver alguma marca das alterações climáticas na actividade dos tornados”, afirmou.

Na 140.ª edição anual da prova equestre de Kentucky, nos Estados Unidos, Sophie Gillotti mostra  a sua capa de telemóvel com o rosto de Kim Kardashian. A celebridade não esteve presente no evento em 2014, mas os 164.906 espectadores assistiram no hipódromo à vitória do California Chrome.

O pato-mandarim “possui uma plumagem espantosa e bizarra que o torna um dos mais belos patos do mundo”, na opinião de Christopher Lever, eminente conservacionista britânico e uma das maiores autoridades em patos-mandarim (Aix galericulata).  Por norma, estas aves mantêm o parceiro durante o tempo de vida e são símbolos de fidelidade conjugal no Japão e na China.

Na imensidão bravia da Patagónia, os vaqueiros testam as suas capacidades em confronto com alguns dos mais violentos animais de criação do planeta.. Na imagem, um dos vaqueiros apressa-se a evitar que os cães matem um touro encurralado. É mais fácil dizer do que fazer. Para poderem ser vendidos, os animais bravos têm de ser retirados vivos de lugares quase inacessíveis.

Descubra uma nova visão do mundo!

Assine a National Geographic.

Pesquisar