Os cavalos mudaram a vida nas Grandes Planícies. Permitiram que se caçasse mais do que antes. Desequilibraram a balança do poder em favor dos guerreiros montados. E tornaram-se símbolos de riqueza. Para os nativos americanos contemporâneos, os cavalos ainda são uma marca da tradição, do orgulho e de cura.

O fugitivo puma não costuma emergir das sombras. Agora, porém, recupera o território perdido. 

É mais inteligente, perigosa e musical do que imaginávamos. Mas também protectora dos seus: na imagem, na canadiana bacia de Foxe, uma fêmea conhece a sua nova cria utilizando mais os bigodes e o focinho do que a visão, que é deficiente. A cria será amamentada durante dois anos.

Para ver o nascimento de uma estrela, é preciso um telescópio de diâmetro superior a muitas cidades. Na imagem, a luz do pôr-do-sol dança nas antenas que constituem o Atacama Large millimeter/Submillimeter Array (ALMA), no alto do deserto chileno de Atacama.

No golfo de São Lourenço, abunda tudo o que reluz, morde e flutua.. Na imagem, uma cria de foca nascida no gelo, espreita por baixo da superfície junto às ilhas Madelein, no Quebeque.

A bacia hidrográfica do rio Peel é rica em picos acidentados e rios entrançados. Também aloja vastas riquezas minerais, desencadeando discussões acesas sobre o seu futuro. É uma das questões mais prementes do Yukon, uma das últimas regiões bravias da América do Norte.

A desconhecida ilha de Europa encontra-se-se entre a grande ilha de Madagáscar e África austral. Poucos mergulhadores já exploraram os recifes em redor de Europa, nesta zona do canal de Moçambique conhecida pelos seus enormes remoinhos, correntes ascendentes repletas de nutrientes produtivos, correntes sinuosas e uma rebentação espectacular.

Na costa meridional dos Estados Unidos, uma foca comum espreita através de uma floresta de algas. As algas constituem um habitat rico para muitas espécies. Os caules ondulantes oferecem um buffet de peixe e um refúgio contra predadores.

Escrito por volta de 1470 a.C. nas paredes e tecto da câmara funerária de Djehuti, um alto dignitário do Antigo Egipto, este "Livro dos Mortos" com dezenas de sortilégios deveria ajudá-lo a alcançar o Além. 

Descubra uma nova visão do mundo!

Assine a National Geographic.

Pesquisar