Num esporão da Costa de Caparica, esta anémona-morango fecha-se para reter os fluidos durante algumas horas na maré vazia.  

A cada seis horas, o ciclo repete-se para milhares de indivíduos na Frente Atlântica de Almada.

madagáscar

 

Descubra uma nova visão do mundo!

Assine a National Geographic.

Pesquisar