Na Tailândia, centenas de monges budistas juntam-se à noite para praticar uma oração multitudinária.

Num esporão da Costa de Caparica, esta anémona-morango fecha-se para reter os fluidos durante algumas horas na maré vazia.  

O Castelo de Marialva acolheu sucessivos povoamentos, num bolo de camadas arqueológicas de interpretação apaixonante.  

Um camaleão-pantera fotografado num estúdio da capital do Reino Unido mostra a sua chamativa paleta de cores.  

O legado soviético ainda está presente 27 anos depois da declaração de independência. 

O Pico do Areeiro, na Madeira, deve o seu nome peculiar ao léxico regional, associado aos depósitos de piroclastos resultantes de erupções e não a concentrações de areia.  

A luz da Lua ilumina os montículos de sal no deserto salgado de Uyuni, na Bolívia.

Por norma, as focas-cinzentas vivem nas costas atlânticas do Norte da Europa e não é comum vê-las à porta de uma grande cidade.

O saltão é um peixe com características anfíbias que vive em zonas lodosas. Usa as barbatanas peitorais e a cauda musculada para saltar. 

Descubra uma nova visão do mundo!

Assine a National Geographic.

Pesquisar