O fotógrafo Armindo Ferreira deambulava pela Pateira de Fermentelos quando avistou “esta menina”, como designa a raposa.

As antigas residências de clãs na província de Fujian estão a perder relevância, em contraciclo com a nova China.

Nesta perspectiva ampliada da arquitectura da superfície da íris de um rapaz de 16 anos, em Erevan, a piscina central (a negro) é a pupila e a imagem das pestanas está reflectida na córnea.

A cordilheira do Indocuche ainda hoje é impressionante - mas também tem fundamentos históricos, pois foi um dos maiores obstáculos à campanha de Alexandre. Magno: no Inverno do ano 329 a.C., os seus homens precisaram de 16 dias para atravessar a passagem de Khawak, a 4.000 metros de altitude. 

As algas crescem em poças na margem meridional do lago Turkana. 

Uma investigação publicada em 2014 revelou o potencial comercial de uma alga para reduzir a produção de metano pelo gado. Perto da ilha de Santa Maria, a bióloga Raquel Torres analisa a estirpe de Asparagopsis taxiformis.

Uma jovem himba aplica ocre no cabelo de outra junto da margem de um rio no Noroeste da Namíbia. Valorizado pelo seu tom quente de vermelho, o ocre ainda é amplamente utilizado como ornamento.

Darwin descreveu o mandril como o mais colorido de todos os mamíferos, pois as cores vibrantes da face variam com a sua excitação. 

Congelada durante milhares de anos no leito de um rio siberiano, esta presa de mamute é uma bênção económica para o caçador que a encontrou. 

Descubra uma nova visão do mundo!

Assine a National Geographic.

Pesquisar