Na ilha de Rinca, durante a maré baixa, um dragão movimenta-se com as patas bastante afastadas.

A sua saliva é venenosa, mas as presas morrem normalmente devido às lacerações ou por infecção dos ferimentos provocados pela sua dentada. Mas fique-se a saber que o dragão de Komodo, o lagarto mais monstruoso da terra, enfrenta um futuro incerto.

Fotografia Stefano Unterthiner

 

 

Descubra uma nova visão do mundo!

Assine a National Geographic.

Pesquisar