A cerca de duzentos metros de profundidade, as luzes do submersível permitem ver o fundo do oceano.

De súbito, mesmo no limite do alcance das luzes, um vulto ergue-se do leito oceânico. Alguém graceja que talvez tenhamos encontrado os destroços desconhecidos de um navio naufragado, mas em vez disso é um vestígio vulcânico, talvez com milhões de anos. Poucos minutos depois, um zumbido abafado diz-nos que Avi inverteu os propulsores e está a conduzir o submersível até o posicionar escassos centímetros acima do fundo, numa cratera antiga do agora extinto vulcão que forma Las Gemelas.

Saiba mais em Montes submarinos.

vulcão

Descubra uma nova visão do mundo!

Assine a National Geographic.

Pesquisar