Num concurso de animais perto de Barneveld (Holanda), este coelho de raça angorá estava a ser avaliado para apurar a qualidade do seu pêlo, frequentemente utilizado na produção de luxuosas camisolas e lenços.

“Estava tão quieto que parecia morto”, diz Eva. A fotógrafa aproximou-se para verificar se o animal ainda emitia sinais de vida. E, de facto, respirava.

Descubra uma nova visão do mundo!

Assine a National Geographic.

Pesquisar