O atol de Saint Joseph, de propriedade privada, foi outrora explorado para fins comerciais, em negócios de peixe e coco, mas hoje é valorizado pela sua biodiversidade marinha e colónias de aves marinhas.

 Em 2014, a ilha foi transformada em reserva natural, dispondo igualmente de uma área marinha protegida. A sua conservação é gerida pela Fundação Save our Seas.

Saiba mais em Regresso às Seychelles.

seychelles

Descubra uma nova visão do mundo!

Assine a National Geographic.

Pesquisar