A maior parte das pessoas não consegue cortar uma cebola sem chorar devido a um composto indutor de lágrimas libertado pelas cebolas ao serem cortadas. 

Na natureza, é provavelmente uma defesa contra predadores, sugere o químico Eric Block. Na cozinha, é incómodo. Por isso, cientistas japoneses e neozelandeses criaram uma variedade “sem lágrimas”, suprimindo a enzima que desencadeia a irritação. Os bolbos modificados geneticamente destinam-se apenas à investigação, mas o objectivo é produzir uma versão comestível. 

Fotografia Kevin Miyazaki, Reuters

cebolas 

Descubra uma nova visão do mundo!

Assine a National Geographic.

Pesquisar