Visitantes inspeccionam um arruinado dakhma, perto de Yazd. 

Na tradição zoroastriana, os corpos dos mortos (que se acreditava estarem em perigo de contaminação) eram deixados nestas estruturas circulares para purificação por abutres ou por acção dos elementos. 

Fotografia Justyna Mielnikiewicz

zoroastriana

Descubra uma nova visão do mundo!

Assine a National Geographic.

Pesquisar