O trabalhador de um campo de exploração madeireira é fotografado montado no seu elefante de 11 anos na região de Bago, em Myanmar. Os trabalhadores destes campos não têm electricidade e utilizam lanternas solares antes do nascer do Sol.

No centro da Colômbia, o rio Caño Cristales exibe os seus mais belos dotes cromáticos graças a uma singular planta aquática que pinta as suas águas transparentes.

Algumas flores tropicais reflectem o som, permitindo que os morcegos que procuram néctar consigam facilmente encontrá-las. Aqui, um morcego Phyllonycteris poeyi emerge de uma flor de Talipariti elatum, demonstrando a capacidade de transporte do pêlo. Vive numa região de Cuba com mais de um milhão de indivíduos.

As cabras-monteses não se assustam com as alturas de Yoho.

Butão - As roupas dos monges esvoaçam durante a axecução de uma dança tradicional no pátio do Rinpung Dzong, uma fortaleza-mosteiro datada de 1846, actualmente sede do governo regional, localizado no vale do Paro. 

Os antigos caçadores matavam os mamutes-lanudos devido à sua carne. Mas é agora, no Árctico russo, que procuram as suas valiosas presas. Slava Dolbaev serve-se de uma lança para desenterrar uma presa numa falésia costeira. A libertação de uma presa pode demorar horas ou dias. É frequente os caçadores deixarem contas ou jóias como oferendas.

Na Eslovénia, bem acima da aldeia de Črni Vrh, fantásticas formações de gelo.

Iniciada em 1296, a catedral é, na sua maior parte, gótica, com arcos ogivais e angulosos espaços verticais. Quando Brunelleschi começou a trabalhar na cúpula, 124 anos mais tarde, já o estilo gótico se tornara obsoleto. No entanto, é intemporal e é o orgulho e imagem de marca de Florença.

A doca de carga de um armazém de Chicago, nos Estados Unidos, parecia o Pólo Sul após o incêndio de 23 de Janeiro de 2013. Combinada com a baixa temperatura, a água das mangueiras dos bombeiros transformou-se numa estranha escultura de gelo.

Descubra uma nova visão do mundo!

Assine a National Geographic.

Pesquisar