A praga do tabaco

Texto Daniel Stone   Fotografia Sim Chi Yin, VI

Os chineses consomem sete mil milhões de cigarros por dia, mais 50% do que em 1980. A tendência levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a divulgar algumas projecções sombrias. Se o consumo de tabaco não for reduzido, o índice anual de mortes relacionadas com o tabaco na China pode subir de um milhão para três milhões até 2050.Alguns países já implementaram a proibição do acto de fumar em público.Nos Estados Unidos e na Índia, a medida provocou um decréscimo no consumo, mas apresenta várias dificuldades.

Os chineses consomem sete mil milhões de cigarros por dia.

 Na China, porém, a Administração Estatal do Monopólio de Tabaco é responsável pela política de controlo desta substância e simultaneamente supervisiona o maior fabricante de cigarros do mundo. As autoridades de Pequim acreditam que a solução pode passar por medidas a nível local e por campanhas no espaço público. 

As autoridades de Pequim ensinaram entretanto aos habitantes da capital um conjunto de sinais com as mãos para pedir educadamente aos fumadores que apaguem os seus cigarros. 

Descubra uma nova visão do mundo!

Assine a National Geographic.