Fonte de diamantes

Texto A. R. Williams   Ilustrações Matthew Twombly e Ryan Williams

Apesar disso, a sua origem não era conhecida até à descoberta do geólogo Stephen Haggerty. Enquanto prospectava na selva do Noroeste do país, Stephen deparou amiúde com uma planta coberta de espinhos semelhante a uma palmeira, mais tarde identificada como o arbusto Pandanus candelabrum. “Cresce em bosques espessos e impenetráveis”, diz. No início, evitou essas áreas, mas verificou que ele crescia exactamente nos locais onde tinha de procurar.

Testes ao solo confirmaram que as plantas cresciam apenas por cima de chaminés de kimberlito, um tipo de rocha vulcânica pontualmente associada a jazidas de diamantes. Nem todas a chaminés contêm pedras preciosas, mas estas plantas costumam ser bons prenúncios.

Descubra uma nova visão do mundo!

Assine a National Geographic.

Pesquisar