Colírio nos olhos

Camadas de rímel podem transformar as pestanas mais frágeis em cílios voluptuosos. Porém, para descobrir novos produtos, ainda há quem utilize coelhos como cobaias, uma prática sancionada pela Agência Federal para os Alimentos e Medicamentos dos EUA.

Texto  Catherine Zuckerman   Fotografia  Rebecca Hale

Os testes para determinar a toxicidade implicam a aplicação de produtos nos olhos dos animais e podem causar cegueira ou morte.

Talvez esta prática tenha os dias contados. Um projecto da Universidade de Liverpool sugere que os protozoários podem ser a chave para o desenvolvimento de maquilhagem sem recurso a testes animais. De acordo com o ecologista David Montagnes, estes organismos unicelulares podem ter suficientes genes em comum com o ser humano que os tornem bons candidatos a cobaias.

“São o futuro”, diz. “Os protozoários não têm sistema nervoso central e por isso não sentem dor.” O seu uso pode significar alívio para os coelhos e para os seus defensores. 

 

 

Descubra uma nova visão do mundo!

Assine a National Geographic.

Pesquisar