agua 

Texto: Marc Silver

Revistas, páginas de Internet e até artigos médicos recomendam a ingestão de dez copos de 20cl de água por dia. O negócio da água engarrafada adora esta publicidade. Os especialistas em hidratação, contudo, não concordam com a regra.

Mike Sawka, investigador do exército norte-americano, pensa que a origem desta recomendação reside num estudo de 1933 sobre a hidratação de roedores.

Essa investigação resultou na recomendação diária de 2,5 litros de água para compensar a água perdida através do suor e das excreções por um ser humano moderadamente activo. Vinte por cento costuma provir de alimentos ricos em água, restando dois litros, ou seja, dez copos multiplicados por vinte.

No entanto, não precisamos de beber tanto. As outras bebidas também contam, mesmo que contenham cafeína. “A necessidade de o organismo reter líquidos é superior à pequena influência que a cafeína pode exercer sobre a perda de fluidos”, diz o fisiologista Douglas Casa. Além disso, o corpo não se acanha quando deseja líquidos.

Beba quando tiver sede. Se não tiver, não beba. Uma excepção, porém: hidrate-se antes de uma sessão de exercício intensa.

 

 

Descubra uma nova visão do mundo!

Assine a National Geographic.

Pesquisar