O interesse por quem nos criou remonta, pelo menos, à Bíblia. Actualmente, o impulso genealógico é sustentado pela genética moderna, que tece histórias individuais na grande migração da humanidade. Estas seis pessoas testaram o seu DNA com o kit da National Geographic.

Os resultados indicam essencialmente o mesmo legado “racial”, nas percentagens abaixo apresentadas. As suas experiências, porém, são singulares. Brenda Yurkoski sabia antes do teste que a sua lista de antepassados inclui Thomas Jefferson e Sally Hemings, a escrava e amante de Jefferson. “Foi o meu sexto avô que criou a fórmula para determinar se somos brancos ou negros nos EUA”, comenta.

Qual a sua genealogia?

O Geno 2.0 DNA Ancestry Kit decompõe a ascendência de qualquer pessoa por região, recuando ao tempo em que os nossos antepassados estavam em África. Mais de 830 mil pessoas já enviaram amostras de saliva. Descubra mais em natgeo.com/GenoDNA

Descubra uma nova visão do mundo!

Assine a National Geographic.

Pesquisar