Fungos podem ser responsáveis pelo som de um Stradivarius

 Texto de Johnna Rizzo 

As cordas de um violino fazem vibrar a ponte que está por baixo delas; ao mover-se contra o corpo do instrumento, a ponte repercute o som.

Diz-se que os Stradivarius do século XVIII têm o som de melhor qualidade. De acordo com o patologista de árvores Francis Schwarze (na fotografia), a aplicação de dois fungos arbóreos – Physisporinus vitreus e Xylaria longipes – a um violino de qualidade inferior pode ajudar a que este tenha uma qualidade de som semelhante aos afamados Stradivarius. 

Os fungos tornam mais finas as paredes das células do abeto e do ácer da Noruega (a madeira utilizada na construção do tampo superior do violino), possibilitando maior circulação do som. Menos peso implica tons mais altos e ressonantes. Os fungos também duplicam a função de amortecimento da madeira, eliminando sons demasiado altos.

Francis Schwarze sugere que os fungos também podem melhorar instrumentos como o dulcimer e as guitarras. 

Descubra uma nova visão do mundo!

Assine a National Geographic.

Pesquisar